29 de set de 2010

Já que todos têm o Espírito Santo,também podem interpretar a Bíblia do seu modo?

Resposta:
         Bíblia fora da Igreja não vale nada !!!
Quer prova ?
       
 É só ver essas mais de 30 mil seitas protestantes... TODAS TÊM A BÍBLIA , NÃO TÊM ?
De que adianta ?
Cada uma ensina uma heresia diferente da outra !!!

Você já Imaginou se cada cidadão brasileiro tivesse liberdade para interpretar a Constituição Federal ?
Não seria o caos total?


Poderíamos ainda perguntar:
       Se todos podem interpretar a Bíblia, por que só a interpretação Católica, que reúne os bispos do mundo inteiro em torno do Papa, não é válida?
       Se todos são guiados pelo Espírito Santo, como cada protestante lê a Bíblia e funda uma"igreja" diferente,cada qual com doutrinas contrárias às outras?

        Assim como existe o Supremo Tribunal Federal, corte máxima do país. Também Jesus deu a Pedro a autoridade máxima na Terra, para evitar o caos na interpretação da Bíblia !
       

 Pois a Palavra de Deus é clara:


"Antes de tudo, sabei que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal"(2Pd 1,20).


"...há algumas passagens difíceis de entender, cujo sentido os espíritos ignorantes ou pouco fortalecidos deturpam, para a sua própria ruína..."(2Pd 3,16).

 - Quem recebeu as Chaves do Reino(Mt 16,19) e autoridade para confirmar os irmãos na fé(Lc 22,32) foi Pedro!
Tudo que ele faz na Terra, Jesus confirma no céu.

27 de set de 2010

Oração de Padre Pio

Sinal da Cruz



Pelo sinal X da santa cruz, livrai-nos, Deus nosso Senhor, dos nossos inimigos. Em nome do Pai X, e do Filho X e do Espírito Santo X.Amém.


Signum Crucis

Per signum X crucis, de X inimicis nostris libera-nos Deus X noster.
In nonime Patris X et Fílii X et Spitiui SanctoX.Amen.



Glória ao Pai


Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre.Amém


Gloria Patri      

Glória Patri et Fílio et Spirítui Sancto.Sicut erat in princípio et nunc et semper et in saecula saeculórum.Amen




Ave Maria


Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.
Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte.Amém.


Ave Maria

Ave, María, grátia plena: Dóminus tecum: benedícta tu in muliéribus, et benedictus fructus ventris tui Jesus.
Sancta María, Mater Dei, ora pro nobis peccatóribus, nunc et in hora mortis nostrae. Amen





22 de set de 2010

Martelo dos Hereges




Em virtude de vários ataques em que a Igreja vem sofrendo, seja pelo lado espiritual ou físico, o nosso grande Deus e Senhor Jesus Cristo moveu meu coração para escrever essa formação. Tem como finalidade levantar jovens que dêem o sangue pela Igreja, que se levantem com ousadia, como vasos de honra para o Senhor, Profetas da ultima hora.
Com a gente não tem boquinha não, para aqueles que pensam que ESTAR na Igreja é o mesmo que SER Igreja está muito enganado. Nos últimos tempos muitas pessoas se acomodaram dentro da Igreja, com aquela velha frase: “Vou à missa aos domingos, já ta bom demais!”. É, infelizmente muitas pessoas pensam dessa forma, ir a missa aos domingos é o mínimo que você faz. Lembram da oferta da viúva? Levantando os olhos, viu Jesus os ricos que deitavam as suas ofertas no cofre do templo. Viu também uma viúva pobrezinha deitar duas pequeninas moedas, e disse: Em verdade vos digo: esta pobre viúva pôs mais do que os outros. Pois todos aqueles lançaram nas ofertas de Deus o que lhes sobra; esta, porém, deu, da sua indigência, tudo o que lhe restava para o sustento. (Lc 21,1-4).  Deus quer o todo e não as sobras, dar para Deus o que sobra é muito fácil, quero ver dar o que dói! Por isso a mudança tem que começar dentro de nós, como é que você quer falar de Deus para os outros, se nem você mesmo vive o que Ele te pede. Ser um Jovem de Deus é ser um jovem decidido, que viva os mandamentos. Não estou falando aqui pra você largar os seus estudos, trabalho, família, a alguns Deus já chama a viver isso. Digo, por que muitos pensam que SER Igreja é ser padre, freira ou religioso, Deus chamou e continua chamando homens e mulheres para esse serviço. A você Deus chama a ser sal da terra e luz do mundo. Anuncie o Evangelho na sua casa, na escola, universidade, trabalho, no namoro, casamento, seja um jovem radical. Pouco importa os que irão falar: “isso é um fanático”, “um doido”. Responda com ousadia: “Sou doido mesmo! E o meu hospício é lá no céu! Você não quer essa “doidera” também não?”. Muitas vezes passei por essa situação, mais sempre finquei meu coração em uma passagem que está em Mateus 5, 10-12: Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus! Bem-aventurados sereis quando vos caluniarem, quando vos perseguirem e disserem falsamente todo o mal contra vós por causa de mim. Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus, pois assim perseguiram os profetas que vieram antes de vós”. Eita passagem linda! Nos dar mais coragem para evangelizar!
Lembro-me agora de Santo Antônio de Pádua, pense num pregador ousado, não era a toa que era chamado o " Martelo dos Hereges", homem santo de Deus. Só pra constar ele é santo da IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA. Era chamado o “Martelo dos Hereges” porque era capaz de entrar em debate com os hereges, de achatá-los - não havia ninguém como ele - e ainda coberto com os milagres que completavam sua pregação e faziam com que fosse o terror dos hereges. Seja o terror dos hereges você também, levante-se e aja. Faça a diferença. A eleição se aproxima, vote consciente. Não vote em partidos abortistas, depravados, que tiram toda a dignidade humana. Saiba escolher e martele esses hereges!
Outra martelada devemos dar nos hereges que ousam menosprezar a virgem mãe de Deus, Maria Santíssima. Eu não deixo ninguém falar mal da minha mãe, você deixa? Se você deixa você é um frouxo, e deixe de ser um jovem frouxo, vulgo: Morto nas calças. Comece a defender o que você acredita. Muitas vezes defendemos partidos políticos, pessoas, movimentos estudantis, movimentos sociais, e a Igreja nós não defendemos. Nossa Senhora é parte da Igreja assim como você também é, seja ousado. Se algum pastorzinho protestante passar por você e falar mal da Virgem Maria e você não tiver coragem de dar uma resposta, peça pra ele me ligar (83-88887074 - Jorge) que dou uma aulinha pra ele de catequese católica e mariologia, pra ver se ele se converte!
Martele os hereges!

“Quando eu era prego o diabo me batia. agora eu sou martelo, bato nele todo dia”

PAX aos marianos!

Que o nosso grande Deus Pai, o Senhor Jesus Cristo seu Filho pelo Espírito Santo, nos conceda a graça de sermos jovens profetas. Amém.

att,
Jorge Luis

21 de set de 2010

Como se confessar bem

O sacramento da confissão, desde o AT, é prefigurado ( Nm 5,7; Eclo 4,31; Ne 9,2-6) e Jesus o instituiu:
"Àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos"(Jo 20,23). Também Tg 5,16.

Trazemos aqui um Exame de Consciência para lhe ajudar na hora de confessar-se.

Para pensar: A confissão é um sacramento e para tanto é preciso preparar-se bem. Evite de conversar ou distrair-se. Coloque-se na presença de Deus e pedindo o auxílio do Espírito Santo faça o seu exame de consciência. Depois aproxime-se do confessor (que representa Cristo) com confiança e humildade. Sem rodeios confesse os seus pecados chamando-os pelo nome, sem citar nomes de pessoas ou entrando em detalhes desnecessários nem mesmo omitindo coisas importantes.

Quando tempo faz que eu não me confesso?

Para com Deus:

Amei o Senhor procurando conhecê-lo e servi-lo? Desacreditei de Deus, duvidei da minha fé? Deixei de esperar em Deus colocando minha confiança somente nas minhas idéias, nas coisas ou nas pessoas? Quis salvar-me sozinho, esperando somente nas minhas capacidades ou virtudes? Fui indiferente e ingrato para com Deus? Hesitei em responder à vontade divina? Revoltei-me contra Deus? Passei a viver como se Ele não existisse, me amasse e cuidasse de mim? Prestei culto de adoração ao pecado e aos ídolos deste mundo?

Rezei com perseverança, assiduidade e devoção? Cumpri os votos e promessas que fiz ao Senhor? Fui supersticioso (acreditei em horóscopos, amuletos, etc)? pratiquei a adivinhação, o espiritismo e a magia? Envolvi-me com esoterismo? Coloquei Deus à prova? Pratiquei sacrilégio (profanei ou tratei indignamente os sacramentos ou lugares sagrados?) invoquei o nome de Deus com desrespeito ou em vão? Disse blasfêmias ou lancei pragas em nome de Deus? Fiz juramentos falsos? Respeitei o domingo como dia do Senhor (dia de descanso, de oração e de fraternidade?) Participei integralmente da celebração eucarística com atenção e devoção? Participei da missa nos dias santos?

Para com o próximo e para consigo mesmo Amei, honrei e respeitei meus pais e a todos aqueles que possuem autoridade sobre mim? Dialoguei, ajudei verdadeiramente estas pessoas de modo a não tornar-me um peso para elas? Fui arrogante e desobediente? Amei, ajudei e busquei o bem dos meus filhos e dos que dependem de mim? Fui arrogante e autoritário com eles? Usei da minha autoridade para me promover ou para simplesmente manipulá-los? Procurei tomar consciência dos valores a serem vividos na política e na sociedade de modo a participar na transformação do mundo?

Matei alguém? Pratiquei o aborto, desejei a morte de alguém? Tentei o suicídio? Esqueci que a vida é dom de Deus e que eu sou administrador e não dono da minha vida? Dei escândalo, isto é mau exemplo levando os outros a pecar (com minhas palavras, minhas atitudes, meu jeito de vestir, de falar? Cuidei da minha saúde e da saúde dos outros? Fui vaidoso cultuando o meu corpo? Exagerei na comida ou estraguei minha saúde com álcool, com o fumo? Usei drogas (o que é falta grave)? Respeitei e amei os doentes, os mais fracos, os necessitados e pobres? Fiz distinção das pessoas?

Discriminei as pessoas por serem de outra cor, por serem de outra religião ou por pensarem de modo diferentes ou por serem pobres ou marginalizadas? Perdoei sinceramente quem me ofendeu? Guardei mágoas, ressentimentos? Julguei os outros pela aparência? Cultivei antipatias? Desprezei alguém? Usei de agressividade e desrespeito com os outros? Fui agressivo, arrogante, intolerante, mau educado? Cultivei a ira, o ódio? Falei mau das pessoas (especialmente as ausentes) ao invés de conversar com a pessoa interessada? Caluniei alguém? Disse mentiras? Procurei dialogar ao invés de discutir?

Procurei ouvir as pessoas? Aceitei as críticas construtivas? Fui exibido, quis aparecer? mendiguei o aplauso ou o reconhecimento dos outros? Tentei de ajudar os outros com meu conselho, com minhas atitudes concretas de ajudas (materiais e espirituais) possíveis? Fui apegado a coisas materiais? Idolatrei o dinheiro? Roubei, furtei ou desviei dinheiro ou bens materiais que não tinha direito? Debochei das pessoas, humilhei-as? Respeitei os bens do próximo (suas coisas materiais, suas virtudes e capacidades, as pessoas que estão junto delas?), tive inveja, cobicei os bens do próximo?

Cumpri com responsabilidade e dedicação os meus deveres (profissionais, de estudante)? Fui preguiçoso, ocioso, acomodado? Respondi positivamente e vivi a minha vocação (o chamado que Deus me fez)? Guardei a castidade do meu corpo e da pureza da minha alma? Cultivei deliberadamente pensamentos impuros e que desonram a sexualidade querida por Deus? Olhei de modo indecente ou cobiçoso as mulheres ou homens? Vi revistas ou assisti programas pornográficos?

Pratiquei a masturbação? Pratiquei a fornicação (relações sexuais fora do matrimônio? Com pessoas do mesmo sexo no homossexualismo? Com namoros indecentes, com carícias exageradas ou intimidades que não são lícitas para namorados e noivos? Namorei de modo descompromissado (“ficar”) só para me satisfazer com o outro? Pratiquei sexo usando crianças? Com animais?) Usei de métodos anti-concepcionais condenados pela Igreja? Fui fiel ao meu esposo(a) em olhares, atitudes, pensamentos, comportamentos? Acolhi com fé e amor os filhos que Deus me envia?

Depois da confissão: escute atentamente os conselhos do confessor e responda com sinceridade as perguntas que ele eventualmente lhe fizer. Reze em seguida o ato de contrição.
ATO DE CONTRIÇÃO:

MEU DEUS EU ME ARREPENDO DE TODO O MEU CORAÇÃO POR VOS TER OFENDIDO PORQUE PECANDO OFENDÍ A VÓS QUE SOIS BOM E DÍGNO DE SER AMADO SOBRE TODAS AS COISAS. PROMETO COM A VOSSA GRAÇA DE NÃO MAIS PECAR E DE FUGIR DAS OCASIÕES PRÓXIMAS DE PECADO. MEU JESUS MISERICÓRDIA.
Receba a absolvição (o perdão que o sacerdote lhe dará).

Ao se afastar do confessor:

Não se distraia, nem vá conversar. Coloque-se em oração e cumpra a penitência mandada pelo padre. Depois disso agradeça a Deus porque Ele foi misericordioso e bondoso perdoando os seus pecados. 

Como Maria pode ser mãe de Deus,se Deus é eterno?

Resposta:
Maria é mãe de Deus, porque é mãe de Jesus... e Jesus é Deus.
Provas bíblicas:
"Eis que uma Virgem conceberá..." (Is 7,14).
"Eis que conceberás..." (Lc 1,31).
"O que nascerá de Ti será..." (Lc 1,35).
"Enviou Deus a seu Filho nascido..." (Gl 4,4).
"Cristo, que é Deus..." (Rm 9, 5).
"Meu Senhor,e meu Deus"(Jo 20,28)

E mais:
"Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor?"(Lc 1,43);
Por respeito. o povo de Israel não pronunciava o nome de Deus: Javé ( YHWH ou Yahweh ), mas dizia Adonai = Kyrios(grego) = Senhor.
Quando Isabel saúda Maria como mãe do "meu Senhor", ela estava, portanto, dizendo "Mãe de Deus", substituindo YHWH por Kyrios, conforme o costume dos judeus.

O Sagrado Magistério da Igreja ratifica essa doutrina, com toda autoridade que Pedro recebeu de Jesus, em Lc 22,32, no Concílio de Éfeso:
"Se alguém afirmar que o Emanuel (Cristo) não é verdadeiramente Deus, e que portanto, a Santíssima Virgem não é Mãe de Deus, porque deu à luz segundo a carne ao Verbo de Deus feito carne, seja excomungado." (Conc. de Éfeso, 431 - Dz. 113).

Leia mais sobre  "O Concílio de Éfeso"

20 de set de 2010

Padre Paulo Ricardo

Primeira parte duma belíssima pregação sobre o PNDH-3

13 dias para as eleições!Em quem votar?

 Paz e Bem, amados!
  
   Como vocês sabem, as eleições estão chegando e muita gente tem dúvidas sobre seu candidato ou até já o escolheram.Porém, como bom cristão, devemos ouvir a voz do Senhor para assim fazer a Sua Santa Vontade.
   Pensando nisso, trago para vocês uma carta do bispo de Guarulhos, uma nota da CNBB(Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e um vídeo para reforçar a ideia descrita nas mesmas.Peço, de coração, que leiam todo o texto e assistam ao vídeo inteiro.Um voto consciente pode mudar nosso país.

At 5,29:"[...]Importa obedecer antes a Deus do que aos homens."


Carta de Dom Luiz Gonzaga Bergonzini:
 "Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus"
    Com esta frase Jesus definiu bem a autonomia e o respeito, que deve haver entre a política (César) e a religião (Deus). Por isto a Igreja não se posiciona nem faz campanha a favor de nenhum partido ou candidato, mas faz parte da sua missão zelar para que o que é de "Deus" não seja manipulado ou usurpado por "César" e vice-versa.
    Quando acontece essa usurpação ou manipulação é dever da Igreja intervir convidando a não votar em partido ou candidato que torne perigosa a liberdade religiosa e de consciência ou desrespeito à vida humana e aos valores da família, pois tudo isso é de Deus e não de César. Vice-versa extrapola da missão da Igreja querer dominar ou substituir-se ao estado, pois neste caso ela estaria usurpando o que é de César e não de Deus.
    Já na campanha eleitoral de 1996, denunciei um candidato que ofendeu pública e comprovadamente a Igreja, pois esta atitude foi uma usurpação por parte de César daquilo que é de Deus, ou seja o respeito à liberdade religiosa.
    Na atual conjuntura política o Partido dos Trabalhadores (PT) através de seu IIIº e IVº Congressos Nacionais (2007 e 2010 respectivamente), ratificando o 3º Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH3) através da punição dos deputados Luiz Bassuma e Henrique Afonso, por serem defensores da vida, se posicionou pública e abertamente a favor da legalização do aborto, contra os valores da família e contra a liberdade de consciência.
    Na condição de Bispo Diocesano, como responsável pela defesa da fé, da moral e dos princípios fundamentais da lei natural que - por serem naturais procedem do próprio Deus e por isso atingem a todos os homens -, denunciamos e condenamos como contrárias às leis de Deus todas as formas de atentado contra a vida, dom de Deus,como o suicídio, o homicídio assim como o aborto pelo qual, criminosa e covardemente, tira-se a vida de um ser humano, completamente incapaz de se defender. A liberação do aborto que vem sendo discutida e aprovada por alguns políticos não pode ser aceita por quem se diz cristão ou católico. Já afirmamos muitas vezes e agora repetimos: não temos partido político, mas não podemos deixar de condenar a legalização do aborto. (confira-se Ex. 20,13; MT 5,21).
    Isto posto, recomendamos a todos verdadeiros cristãos e verdadeiros católicos a que não dêem seu voto à Senhora Dilma Rousseff e demais candidatos que aprovam tais "liberações", independentemente do partido a que pertençam.
    Evangelizar é nossa responsabilidade, o que implica anunciar a verdade e denunciar o erro, procurando, dentro desses princípios, o melhor para o Brasil e nossos irmãos brasileiros e não é contrariando o Evangelho que podemos contar com as bênçãos de Deus e proteção de nossa Mãe e Padroeira, a Imaculada Conceição.
                                                                                   
Dom Luiz Gonzaga Bergonzini



Nota da CNBB na proximidade das eleições


cnbb_logo   "Constantes interpelações têm chegado à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB a respeito de seu posicionamento em relação às eleições do próximo dia 3 de outubro.
   Falam em nome da CNBB somente a Assembleia Geral, o Conselho Permanente e a Presidência. O único pronunciamento oficial da CNBB sobre as eleições/2010 é a Declaração sobre o Momento Político Nacional, aprovada pela 48ª Assembleia Geral da CNBB, deste ano, cujo conteúdo permanece como orientação neste momento de expressão do exercício da cidadania em nosso País.
   Nessa Declaração, a CNBB, em consonância com sua missão histórica, mantém a tradição de apresentar princípios éticos, morais e cristãos fundamentais para ajudar os eleitores no discernimento do seu voto visando à consolidação da democracia entre nós.
   Reafirmamos, portanto, o que diz a Declaração: “A campanha eleitoral é oportunidade para empenho de todos na reflexão sobre o que precisa ser levado adiante com responsabilidade e o que deve ser modificado, em vista de um Projeto Nacional com participação popular.
Por isso, incentivamos a que todos participem e expressem, através do voto ético, esclarecido e consciente, a sua cidadania nas próximas eleições, superando possíveis desencantos com a política, procurando eleger pessoas comprometidas com o respeito incondicional à vida, à família, à liberdade religiosa e à dignidade humana. Em particular, encorajamos os leigos e as leigas da nossa Igreja a que assumam ativamente seu papel de cidadãos colaborando na construção de um País melhor para todos.
Confiando na intercessão de Nossa Senhora Aparecida, invocamos as bênçãos de Deus para todo o Povo Brasileiro.
Brasília, 16 de setembro de 2010."

Este vídeo mostra a visão que um bom cristão(católico ou protestante) deveria ter :

16 de set de 2010

Juventude Santa

Hoje em dia estamos vivendo um tempo de tensão com a juventude, como diz o poeta: “A juventude plena e sem planos… se esvai”. A Juventude vive uma plenitude inteiramente voltada para as drogas ilícitas, o álcool, o cigarro, etc. Vivem sem planos, Jovens que não conseguem mais comprometerem-se com nada, tudo é levado pela moda que pouco a pouco o envolve em cada temporada. E em consequência disso, se esvai. A nossa Igreja, Santa e Católica diz no documento Gaudium et spes (Alegria e Esperança) que: “Sem o Criador, a criatura se esvai” e ainda mais Jesus nos fala em João 15,5: “sem mim nada podeis fazer”.

Em contrapartida, há uma juventude santa que se levanta nesse tempo, com a intercessão de Nossa Senhora e pela Graça do seu Filho Jesus, almejando o surgimento de santos irrepreensíveis (Efésios 1,4). Em Joel 3,5 diz: “Mas todo o que invocar o nome do Senhor será poupado, porque, sobre o monte Sião e em Jerusalém, haverá um resto”. Haverá o resto e o resto vai fazer a diferença! Faça a diferença, na sua casa, universidade, escola, trabalho, amizades. Faça a diferença. Ser um jovem de Cristo é ser diferente, é buscar as coisas do alto (Colossenses 3,1), é dizer sim para as coisas de Deus e não para as coisas do mundo. Nosso amigo Dunga disse em alto e bom som: P-H-N (Por Hoje Não), por hoje não peque, por hoje não brigue, por hoje não beba, por hoje não se drogue. E o amanhã? Amanhã será um novo dia e terá as preocupações próprias do amanhã. Viva o hoje! Pois é hoje que Deus quer que você faça a diferença, sabe por quê? Porque você é a diferença.

Espero que esse blog seja um crescimento formativo e espiritual para os jovens católicos, busquem sempre mais aprender sobre a nossa Igreja. Desejo com alegria que não morra em nós a força de sermos santos. Ore, persevere, lute, porque nossa Igreja é feita de santos e pecadores. Despeço-me de todos com uma frase do Papa João Paulo II: “Santo, não é aquele que não erra. Santo, é aquele que ao errar estende a mão à misericórdia divina e se ergue”

“Contudo, seja qual for o grau a que chegamos, o que importa é prosseguir decididamente.” (Filipenses 3,16)

Pax et Bonum!

Att,
Jorge Luis

Primeiros Passos

Paz e Bem!

Seja bem vindo ao blog Santos ou Nada!
Estamos dando o nosso primeiro passo na evangelização através desse blog, consagrado ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria.
Contamos com suas orações, comentários e divulgação do nosso blog de modo que a luz se espalhe por todos os lugares.Você é Sal e Luz, também faz parte desse processo evangelizador.
Que a Virgem Maria o cubra com seu manto Sagrado.
Deus o guarde!