30 de dez de 2011

Comunidade evangélica se converte ao Catolicismo

Em todo o mundo, cada vez mais protestantes retornam à Igreja Católica. Conheça a história do Pastor Alex e de sua comunidade evangélica.

O ex-pastor Alex Jones

Aconteceu nos Estados Unidos. A "Igreja Cristã Maranatha" ficava na Av. Oakman, Detroit. Hoje, o imóvel está à venda.
Tudo começou quando o pastor Alex Jones, 58 anos, passou a trocar o culto pentecostal por uma espécie de réplica da Missa. No domingo, 4 de junho de 2006, durante a celebração da Unidade Cristã e da Ascensão do Senhor, os líderes da congregação decidiram (por 39 votos a favor e 19 contra) dar os passos necessários para torná-la oficialmente católica. Uma história repleta de anseios, surpresas, amor e alegria.

"Eu pensava que algum espírito tinha se apossado dele", disse Linda Stewart, sobrinha do pastor Alex. "Pensava que, na procura pela verdade, ele tinha se perdido". Linda considera o tio como um pai, ela que foi adotada por ele desde o falecimento do verdadeiro pai. A preocupação da moça começou quando seu tio trocou o estudo da Bíblia, que era feito sempre às quartas-feiras, pelo estudo dos primitivos Padres da Igreja.

Gradualmente a congregação foi deixando o culto evangélico e retornando à Santa Missa: ajoelhar-se, o Sinal da Cruz, o Credo de Niceia, a Celebração Eucarística: todos os 9 passos. Linda explica: "Aprendi que a Igreja Católica era a grande prostituta do Apocalipse e o Papa era o Anticristo. E Maria? De modo algum! Éramos felizes e seguíamos Jesus. Eu estava triste e pensava: 'ele está maluco se pensa que vamos cair nessa!'".

O começo de tudo se deu quando Jones ouviu, num programa de rádio chamado "Catholic Answers" ('Respostas Católicas'), o debate entre o protestante David Hunt e o apologista católico Karl Keating. O católico fez a pergunta-chave: "Em quem você acreditaria, no caso de um acidente, para saber o que aconteceu? Nos que estavam ali, como testemunhas oculares (Apóstolos), ou naquele que só apareceu depois de muitos anos (Lutero)?" O que era desde o princípio, o que ouvimos e vimos com nossos olhos, o que contemplamos e nossas mãos tocaram do Verbo da Vida. Porque a Vida se manifestou e nós a vimos; damos testemunho e anunciamos a Vida Eterna, que estava no Pai e se manifestou a nós; O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que tenhais comunhão conosco: nossa comunhão é com o Pai e com o Filho, Jesus Cristo. Escrevemos estas coisas para que a vossa alegria seja completa." (I João 1-4)

Keating acentuou que, para aprender a verdade sobre a Igreja Cristã, era necessário ler os Padres da Igreja Primitiva, isto é, aqueles que estiveram lá desde o começo da história. "Aquilo fazia sentido", disse o pastor Jones: "Guardei no coração e ponderei; mas só vim a compreender tudo quando li os Padres da Igreja e conheci uma Cristandade que não tínhamos em nossa igreja". "Percebi que o centro do culto dos primeiros cristãos não era somente a pregação e o louvor, mas a Eucaristia, como o Corpo e o Sangue de Cristo presente", declarou ele ainda.

No começo do verão de 1998, o pastor Jones decidiu reativar o verdadeiro culto da Igreja Primitiva em sua comunidade. Passou a realizar uma espécie de celebração eucarística todos os domingos. "Minha congregação achava ridículo", recorda ele. "Eles diziam que uma vez por mês era o suficiente". Jones leu o livro "Cruzando o Tibete", de Steve Ray, professor de Bíblia em Milão, e aprendeu muito sobre as Escrituras, o Batismo e a Eucaristia. Mais tarde pode conhecer este autor no Seminário do Sagrado Coração em Milão, e passou a encontrá-lo regularmente.

Os dois dialogavam quase diariamente, por telefone ou e-mail. Ao estudo da Bíblia somou-se o estudo da Patrologia, do Catecismo, da Virgem Maria e os santos, do Purgatório, da Teologia Sacramental... "Comecei a deixar de lado a Sola Scriptura (somente a Bíblia), que representa o coração e a alma da fé protestante", diz Jones. Parte do povo começou a abandonar a congregação. Relata a sobrinha de Jones: "A cada domingo eu ia para casa e dizia: 'este foi o último; não volto mais". Mas como confiava que seu tio era um homem de Deus, acabava retornando sempre, e aos poucos as coisas começaram a fazer sentido para ela também.

Vídeo do testemunho emocionado de Alex Jones: "Como encontrei a Verdade na Igreja Católica":

No processo de mudar o culto da Comunidade Maranatha, pastor Jones finalmente percebeu o óbvio: "Por quê recriar a roda? Já existe a Igreja que faz o culto da maneira correta: a Igreja Católica!" "Comecei a perceber que a Igreja eterna era a Católica. Todas as outras tiveram uma data de início e foram fundadas por homens. Eu encontrara a Igreja de Jesus Cristo e estava querendo perder todo o resto." A SITUAÇÃO DA ESPOSA "Parecia uma coisa temporária. Então ele começou a mudar as coisas drasticamente e eu me perturbei, porque achava que ele estava indo pelo caminho errado", diz Donna Jones, 33 anos, esposa do ex-pastor Alex.

"Ele havia pregado que a Igreja Católica era cheia de idolatria", completa ela: "Quando começou a abraçar essa fé, eu disse: 'Tem alguma coisa errada aqui'"... Alex e Donna começaram a discutir sobre usos cristãos. Donna começou a estudar a Igreja Católica para contrariar o marido, na tentativa de desviá-lo daquele caminho, como ela explica: "Precisava de 'munição' para contra-atacar. Mas, logo que eu comecei a ler sobre os Padres da Igreja, uma mudança começou acontecer no meu coração".

No verão de 1998, Dennis Walters, diretor do Rito de Iniciação Cristã para Adultos da Paróquia Cristo Rei (Ann Arbor), se encontrou com a família Jones. Walters forneceu exemplares do Catecismo aos líderes de toda a Congregação Maranatha, e respondia às muitas perguntas sobre a doutrina. Por quase 10 anos, Walters se encontrou com os Jones todas as terças-feiras, e os dois ficavam juntos por 4 ou 5 horas. Ele conta que Donna lutou contra a possibilidade de admissão na Igreja Católica também porque isso significaria a perda do emprego bastante rentável do seu marido. Rindo, ela conta que orava assim: "Senhor, o que estou fazendo, após 25 anos de ministério? Eu não estou preparada para me tornar pedicure ou manicure...". Mas conclui contando o que aconteceu depois de algum tempo: "Então o Espírito Santo me falou ao coração: 'Eu não estou questionando sobre a sua concordância ou não. Estou tratando da sua conformação à Imagem de Cristo'".

Exatamente 8 meses depois, numa tarde, Donna se dirigiu ao seu marido e nunciou: "Eu sou católica!". Depois disso, Alex Jones concluiu: "Este é definitivamente um trabalho do Santo Espírito! Quando me foi revelado que esta era a sua Igreja, não foi difícil tomar a minha decisão, embora soubesse que isso me custaria tudo".

Para formalizar a sua conversão, a Congregação Maranatha vêm se comunicando com a Arquidiocese de Detroit há mais de um ano. A Arquidiocese está procedendo com cautela, pois há muito a ser estudado, como a situação dos casados pela segunda vez e as posições que serão adequadas para os ministros da Maranatha dentro da Igreja Católica. Por enquanto, há a possibilidade de o ex-pastor Alex Jones entrar para o seminário e se tornar padre ou diácono. Ex-pastores casados convertidos têm feito isso: Steve Anderson, de White Lake, era padre numa "igreja carismática episcopal" antes de se unir à Igreja Católica. Casado e pai de três jovens rapazes, ele recebeu permissão de Roma para se tornar padre e entrará no Seminário Maior do Sagrado Coração, para começar 3 anos de estudos antes de ser ordenado para a Diocese de Lansing.

O resultado da votação dos líderes da Congregação, a favor da conversão à Igreja Católica, foi motivo de festa para Linda, a sobrinha de Jones. Na ocasião, ela declarou: "Estou muito feliz! Mal posso esperar para entrar em Comunhão plena com a Igreja Católica, porque acredito realmente que ela é a Igreja que Cristo deixou aqui, e preciso ser parte dessa Igreja!"...


Assista o testemunho completo do ex-pastor Alex Jones:
http://vozdaigreja.blogspot.com/2001/12/sou-catolico-depoimento-do-ex-pastor.html

Leia mais sobre o caso de Alex Jones ( artigo em inglês):
http://www.catholiceducation.org/articles/apologetics/ap0077.html

26 de dez de 2011

Santo Estevão, Protomártir


Hoje, 26 de dezembro, a Igreja comemora o dia de Santo Estevão, a quem se chama "protomártir" porque foi o primeiro mártir de toda a história católica. Santo Estevão é um dos sete primeiros Diáconos nomeados e ordenados pelos Apóstolos; falou e defendeu muito bem Jesus, o que entre os judeus gerou certo desconcerto. Por tal razão, a tradição assinala que foi levado ante o Tribunal Supremo da Nação, o Sanedrín, para ser acusado com falsas testemunhas, os quais argumentaram que Estevão afirmava que Jesus ia destruir o templo e a acabar com as leis de Moisés. (At 6)

Entretanto, o santo não se atemorizou, e pelo contrário, pronunciou um impressionante discurso no qual foi recordando toda a história do povo do Israel (At 7) e através do qual exortou aos judeus a retificar, repreendendo-os por ter chegado ao extremo de não só não reconhecer ao Salvador, mas também de havê-lo, além disso, crucificado.

Cheios de ira, estes o arrastaram fora da cidade e o apedrejaram. O seu martírio ocorreu entre o ano 31 e 36 da era cristã.

Os que o apedrejavam deixaram seus vestidos junto a um jovem chamado Saulo (o futuro São Paulo, que se converterá pelas orações deste mártir) e que aprovava aquele delito. Enquanto o apedrejavam, Estevão dizia: "Senhor Jesus, recebe meu espírito". E de joelhos disse com forte voz: "Senhor, não lhes leves em conta este pecado". E dizendo isto, morreu.

Os cristãos o resgataram e deram a seu corpo digna sepultura.

.


At 7, 51-60:
'Homens de cerviz dura, incircuncisos de coração e de ouvidos, resistis sempre ao Espírito Santo, vós sois como os vossos pais. Qual dos profetas não perseguiram os vossos pais, e mataram os que prediziam a vinda do Justo que vós agora traístes e assassinastes? Vós que recebestes a Lei promulgada pelo ministério dos anjos e não a guardastes'. Ao ouvirem estas palavras, exasperaram-se nos seus corações e rangiam os dentes contra ele. Mas ele, cheio do Espírito Santo, tendo os olhos fixos no céu, viu a glória de Deus e Jesus que estava à direita de Deus e disse: 'Vejo os céus abertos e o Filho do homem que está à direita de Deus'. E levantando um grande clamor, fecharam os olhos e, em conjunto, lançaram-se contra ele. E lançaram-no fora da cidade e apedrejaram-no. E as testemunhas depuseram os seus mantos aos pés de um jovem, chamado Saulo. E apedrejavam Estêvão que invocava Deus e dizia: 'Senhor Jesus, recebe o meu espírito'. Depois, tendo posto os joelhos em terra, gritou em voz alta: 'Senhor, não lhes contes este pecado'. E dizendo isto, adormeceu".

Santo Estevão, rogai por nós!

22 de dez de 2011

“Jesus Potter, Harry Cristo”


Será que foram longe demais? Acho que não, né?......
Confira a reportagem:


Escritor Derek Murphy acaba de promover o lançamento de seu novo livro, que estará disponível no final de dezembro. Obra explora as semelhanças e as relações entre Jesus e Harry Potter. “Jesus Potter, Harry Christ”, que tem como subtítulo “a fascinante história do Jesus literário”.

Desde já ele está criando polêmica com “Jesus Potter, Harry Christ”, que tem como subtítulo “a fascinante história do Jesus literário”.Sua conclusão é que a única diferença entre Harry Potter e Jesus Cristo é que Jesus tem tradicionalmente sido considerado por seus seguidores um personagem histórico.


Segundo a editora, o livro “não é principalmente sobre Harry Potter, mas sobre a história religiosa, a mitologia astrológica, o simbolismo esotérico e a tradição literária de Jesus Cristo. O título apenas se refere ao argumento central deste livro: Jesus Cristo e Harry Potter têm muito em comum. O aspecto principal é o fato de que ambos são construções literárias, ou em outras palavras, personagens de ficção.

Derek Murphy, que estudou teologia na ilha de Malta e está agora na Ásia, fazendo doutorado em literatura comparada, afirma:

“Eu sempre fui um grande fã de Harry Potter. Como eu estava fazendo minha pesquisa sobre religião e literatura esotérica, descobri tantos paralelismos entre Harry, Jesus e as fontes ainda mais antigas. Fiz a minha tese de mestrado sobre a influência mística tanto em Harry Potter quanto na literatura bíblica. O mais fascinante, especialmente à luz da controvérsia em torno do livros de Harry Potter (que promoveriam a feitiçaria e o satanismo entre as crianças, etc), é que estas semelhanças vêm sobretudo de fontes pré-cristãs”.

O fato de no final da saga, que reúne 7 volumes, onde Harry acaba morrendo uma morte sacrifical e ressuscita para derrotar de uma vez por todas seu arqui-inimigo, Valdemort, contribui muito para as comparações e paralelos. Cerca de uma dúzia de outros livros sobre a relação entre Jesus e Harry Potter já foram publicados. A maioria é de autores cristãos ansiosos em ajudar a suavizar a tensão entre a popularidade de Harry e as comunidades conservadoras que desejam denunciá-lo como agente do mal. ”Jesus Potter, Harry Christ” porém, é um livro para mudar esse jogo, defendendo que as semelhanças entre Jesus e Harry não fazem Harry mais “santo” – apenas tornar Jesus mais obviamente fictício. ”A verdadeira questão que precisamos fazer não é se Harry Potter é uma ‘figura de Cristo’ (semelhante a um salvador histórico religioso), mas se Jesus Cristo é uma” figura de Potter “(um redentor, criado a partir de símbolos mitológicos e filosóficos), argumenta o livro




O livro será lançado em 21 de dezembror (solstício de inverno e aniversário do autor). Conheça melhor o material em www.jesuspotterharrychrist.com

FONTE:http://www.ogalileo.com.br

21 de dez de 2011

Pergaminho de 2 mil anos com os Dez Mandamentos exposto em NY





O manuscrito mais antigo e conservado com as mensagens dos Dez Mandamentos que Moisés recebeu no Monte Sinai, está exposto no Museu Discovery de Nova York.

Escrito em hebraico, o pergaminho de mais de 2.000 anos possui aproximadamente 45 cm de comprimento por 7 cm de largura e faz parte da exposição mais ampla sobre os manuscritos do Mar Morto, que inclui mais de 500 objetivos cedidos pela Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA, na sigla em inglês).

O documento foi descoberto em 1954 e, segundo o Museu Discovery, faz parte de uma coleção de mais de 900 peças encontradas ao longo dos anos 40 e 50 em uma gruta de Qumran, região situada próxima ao Mar Morto. Os manuscritos, também escritos em aramaico e grego, além de hebraico, são os documentos mais antigos encontrados sobre a vida na Judeia.

Segundo o museu nova-iorquino, “os Dez Mandamentos são as regras que constituem os pilares da moralidade e da lei do mundo ocidental”, destacando que o texto “reúne e define como os homens e as mulheres devem trabalhar e viverem juntos sob sua fé em uma sociedade civil”. Essa é a primeira vez que esse pergaminho será exposto em Nova York.

A peça, que contém fragmentos do Deuteronômio, é datado entre os anos 50 e 1 a.C. e é um dos dois únicos manuscritos antigos com os Dez Mandamentos que existem atualmente. Apesar do tempo de existência, o Museu Discovery confirmou que o estado de conservação do manuscrito é “excepcional”, apesar de ser feito com um material tão frágil como a pele de um animal, ou seja, muito vulnerável à umidade, a luz e as variações na temperatura.

O outro manuscrito, conhecido como o Papiro Nash, está armazenado na Universidade de Cambridge. O pergaminho dos Dez Mandamentos poderá ser visto até o próximo dia 2 de janeiro, enquanto o resto da exposição, que foi inaugurada 28 de outubro, permanecerá aberta até o dia 15 de abril de 2012.

Fonte: http://gaudiumpress.org/content/32264

16 de dez de 2011

Sobre o twittaço #BrasilsemTVRecord




Sim irmãos, hoje teremos twittaço. Nós católicos que ficamos indignados com a reportagem feita pela TV Record contra a deputada Myrian Rios, nos programamos durante toda a semana divulgando nas mídias sociais esse protesto. O que começou pequeno se tornou grande e pelo jeito o evento vai contar um grande número de pessoas: Católicos, evangélicos e até ateus que não gostam da forma com que a emissora faz o seu jornalismo tendencioso vão usar a tag #BrasilsemTVRecord.Torcedores do Corinthians indignados com a maneira que o jornalismo da TV Record trata o seu time, resolveram aderir a campanha (falo disso mais pra frente).

Porém é preciso saber o que se deseja atingir com esse evento. Não temos a pretensão de imaginar que a TV Record vá sofrer uma baixa na sua audiência por causa do twittaço. Nem é esse o desejo do evento. Se acontecer é lucro. Eu particularmente não gosto da programação da TV Record, pois acho chata, sensacionalista, tendenciosa e voltada para pseudo-celebridades. O que queremos de fato é:

1. Alertar as pessoas para o jornalismo tendencioso da Record que através de sutis matérias jornalísticas emitem a opinião da IURD sobre os mais variados assuntos.

2. Mostrar para a TV Record que nós católicos estamos atentos a esse engodo jornalístico e que não vamos aturar essas jogadas contra nossa Igreja. Todas as vezes que eles tentarem fazer algo do tipo, vamos protestar!

3. Manifestar total apoio a Jornada Mundial da Juventude de 2013 e a deputada Myrian Rios que com sua emenda, quis ajudar a cidade do Rio de Janeiro a receber esse evento que trará muito lucro a cidade.


Além disso, teremos o apoio dos Corinthianos que segundo pude averiguar, estão insatisfeitos com o tratamento ao seu time. Para quem não se lembra vou ecordar o episódio. Em 2011 houve um racha no clube dos 13 sobre os lucros que cada time deveria ter no Brasileirão 2011. A Record quis comprar os direitos do campeonato e o Corinthians foi o primeiro clube a não aceitar os termos da emissora. Por isso, alguns corintianos se sentem prejudicados pela emissora desde que o Corinthians se opôs a TV Record no Brasileiro de 2011. Em outras palavras eles querem dizer que: Se você não é pela Record, contra ela você será.

O fato é que o evento vai acontecer. Hoje 16/12/2011 às 14h, estaremos unidos com a tag #BrasilsemTVRecord. A ideia é escrever twitts com esta hastag para que ela chegue aos destaques do twitter que chamamos (Tredings Topics). Com isso vamos conseguir visibilidade para que outras pessoas vejam o protesto e pensem sobre o assunto. Não esqueça de postar todas as matérias de sites e blogs católicos que falaram sobre o caso. Agora é hora de juntos nos organizarmos para mostrar a força da nossa Igreja.

Obs.: Somos católicos. Nosso protesto tem base e fundamentos cristãos. Portanto seria interessante evitar palavrões e palavras de baixo calão. Outra coisa, existem muitos membros dessa seita(que alguns chamam Igreja) IURD que são pessoas boas. Nosso protesto é contra a cúpula deles. Evitemos brigas e discussões.

Avise aos seus amigos. Repasse essa materia!

12 de dez de 2011

Nossa Senhora de Guadalupe


Num sábado, no ano de 1531, a Virgem Santíssima apareceu a um indígena que, de seu lugarejo, caminhava para a cidade do México a fim de participar da catequese e da Santa Missa enquanto estava na colina de Tepeyac, perto da capital. Este índio convertido chamava-se Juan Diego (canonizado pelo Papa João Paulo II em 2002).

Nossa Senhora disse então a Juan Diego para que fosse até o Bispo, pedindo que naquele lugar fosse construído um santuário para a honra e glória de Deus.


O Bispo local, usando de prudência, pediu um sinal da Virgem ao indígena que, somente na terceira aparição, foi concedido. Foi quando Juan Diego estava indo buscar um sacerdote para o tio doente: "Escute, meu filho, não há nada que temer, não fique preocupado nem assustado; não tema esta doença, nem outro qualquer dissabor ou aflição. Não estou eu aqui, a seu lado? Eu sou a sua Mãe dadivosa. Acaso não o escolhi para mim e o tomei aos meus cuidados? Que deseja mais do que isto? Não permita que nada o aflija e o perturbe. Quanto à doença do seu tio, ela não é mortal. Eu lhe peço, acredite agora mesmo, porque ele já está curado. Filho querido, essas rosas são o sinal que você vai levar ao Bispo. Diga-lhe em meu nome que, nessas rosas, ele verá minha vontade e a cumprirá. Você é meu embaixador e merece a minha confiança. Quando chegar diante dele, desdobre a sua "tilma" (manto) e mostre-lhe o que carrega, porém, só em sua presença. Diga-lhe tudo o que viu e ouviu, nada omita..."

O Bispo viu não somente as rosas - que só davam em Castela, na Espanha, de onde o bispo era procedente, mas o milagre da imagem de Nossa Senhora de Guadalupe, pintada prodigiosamente no manto do humilde indígena. Ele levou o manto com a imagem da Virgem para a capela, e ali, em meio às lágrimas, pediu perdão a Nossa Senhora. Era o dia 12 de dezembro de 1531.

Uma linda confirmação deu-se quando Juan Diego fora visitar o seu tio, que sadio narrou: "Eu também a vi. Ela veio a esta casa e falou a mim. Disse-me também que desejava a construção de um templo na colina de Tepeyac e que sua imagem seria chamada de 'Santa Maria de Guadalupe', embora não tenha explicado o porquê". Diante de tudo isso muitos se converteram e o Santuário foi construído.

O grande milagre de Nossa Senhora de Guadalupe é a sua própria imagem. O tecido, feito de cacto, não dura mais de 20 anos e este já dura há mais de quatro séculos e meio. Durante 16 anos, a tela esteve totalmente desprotegida, sendo que a imagem nunca foi retocada e até hoje os peritos em pintura e química não encontraram na tela nenhum sinal de corrupção.

No ano de 1971, alguns peritos inadvertidamente deixaram cair ácido nítrico sobre toda a pintura. Pois nem a força de um ácido tão corrosivo estragou ou manchou a imagem. Com a invenção e ampliação da fotografia descobriu-se que, assim como a figura das pessoas com as quais falamos se reflete em nossos olhos, da mesma forma a figura de Juan Diego, do Bispo e do intérprete se refletiu e ficou gravada nos olhos do quadro de Nossa Senhora. Cientistas americanos chegaram à conclusão de que estas três figuras estampadas nos olhos de Nossa Senhora não são pintura, mas imagens gravadas nos olhos de uma pessoa viva.

Disse o Papa Bento XIV, em 1754: "Nela tudo é milagroso: uma Imagem que provém de flores colhidas num terreno totalmente estéril, no qual só podem crescer espinheiros; uma Imagem estampada numa tela tão rala que através dela pode se enxergar o povo e a nave da Igreja. Deus não agiu assim com nenhuma outra nação".

Coroada em 1875 durante o Pontificado de Leão XIII, Nossa Senhora de Guadalupe foi declarada "Padroeira de toda a América" pelo Papa Pio XII a 12 de outubro de 1945.

No dia 27 de janeiro de 1979, durante sua viagem apostólica ao México, o Papa João Paulo II visitou o Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe e consagrou à Mãe Santíssima toda a América Latina, da qual a Virgem de Guadalupe é Padroeira.


Nossa Senhora de Guadalupe, rogai por nós!

6 de dez de 2011

Papai Noel ou São Nicolau?

A imagem de Papai Noel, velhinho gorducho e sorridente que traz presentes às crianças boas no dia do Natal teve sua origem na historia de São Nicolau, o qual celebramos a sua memória no dia de hoje.

Existem várias lendas que falam acerca da vida deste santo:


Em certa ocasião, o chefe da guarda romana daquela época, chamado Marco, queria vender como escravo um menino muito pequeno chamado Adrian e Nicolau o impediu. Em outra ocasião, Marco queria apoderar-se de umas jovenzinhas se seu pai não lhe pagasse uma dívida. Nicolau se inteirou do problema e decidiu ajudá-las. Tomou três sacos cheios de ouro e na Noite de Natal, em plena escuridão, chegou até a casa e colocou os sacos pela chaminé, salvando, assim, as meninas.

Marco, que queria acabar com a fé cristã, mandou queimar todas as igrejas e prender todos os cristãos que não quisessem renegar sua fé. Assim foi como Nicolau foi capturado e preso. Quando o imperador Constantino se converteu e mandou liberar todos os cristãos, Nicolau havia envelhecido. Quando saiu do cárcere, tinha a barba crescida e branca e tinha as roupas vermelhas que o distinguiam como bispo; contudo, os longos anos de cárcere não conseguiram tirar sua bondade e seu bom humor.

Os cristãos da Alemanha tomaram a história dos três sacos de ouro deixados

 pela chaminé no dia de Natal e a imagem de Nicolau ao sair do cárcere, 

para tecer a história de Papai Noel, velhinho sorridente vestido de vermelho, 

que entra pela chaminé no dia de Natal para deixar presentes para as crianças boas.
O Nome "Santa Claus" vem da evolução paulatina do nome de São Nicolau:

 St. Nicklauss, St. Nick, St. Klauss, Santa Claus, Santa Clos.


Não obstante, o exemplo de São Nicolau nos ensina a ser generosos, a dar aos que não têm e a fazê-lo com discrição, com um profundo amor ao próximo. Nos ensina além disso, a estar atentos às necessidades dos demais, a sair de nosso egoísmo, a ser generosos não só com nossas coisas mas também com nossa pessoa e nosso tempo.


Por isso, o Natal é um tempo propício para imitar São Nicolau em suas virtudes.


O atual Papai Noel, de roupa vermelha e saco às costas, nasce nos Estados Unidos na metade do século XIX, como um São Nicolau transmudado em gnomo ou duende e, logo em seguida foi transformado em um simpático velhinho. Ele é introduzido na Europa depois da Primeira Guerra Mundial e se impõe pouco a pouco pela pressão comercial e daqueles que querem festejar o Natal sem referências religiosas.






Eu fico pensando aqui comigo mesmo: São Nicolau deve estar muito triste lá no céu por ver a imagem dele desfigurada e utilizada para se vender produtos e, além disso, estar substituindo a imagem daquele que é o verdadeiro sentido do Natal: Nosso Senhor Jesus Cristo.


Nesse Natal, não esqueça de convidar o Dono da Festa para sua casa.


Deus te guarde!
PAX!