6 de dez de 2011

Papai Noel ou São Nicolau?

A imagem de Papai Noel, velhinho gorducho e sorridente que traz presentes às crianças boas no dia do Natal teve sua origem na historia de São Nicolau, o qual celebramos a sua memória no dia de hoje.

Existem várias lendas que falam acerca da vida deste santo:


Em certa ocasião, o chefe da guarda romana daquela época, chamado Marco, queria vender como escravo um menino muito pequeno chamado Adrian e Nicolau o impediu. Em outra ocasião, Marco queria apoderar-se de umas jovenzinhas se seu pai não lhe pagasse uma dívida. Nicolau se inteirou do problema e decidiu ajudá-las. Tomou três sacos cheios de ouro e na Noite de Natal, em plena escuridão, chegou até a casa e colocou os sacos pela chaminé, salvando, assim, as meninas.

Marco, que queria acabar com a fé cristã, mandou queimar todas as igrejas e prender todos os cristãos que não quisessem renegar sua fé. Assim foi como Nicolau foi capturado e preso. Quando o imperador Constantino se converteu e mandou liberar todos os cristãos, Nicolau havia envelhecido. Quando saiu do cárcere, tinha a barba crescida e branca e tinha as roupas vermelhas que o distinguiam como bispo; contudo, os longos anos de cárcere não conseguiram tirar sua bondade e seu bom humor.

Os cristãos da Alemanha tomaram a história dos três sacos de ouro deixados

 pela chaminé no dia de Natal e a imagem de Nicolau ao sair do cárcere, 

para tecer a história de Papai Noel, velhinho sorridente vestido de vermelho, 

que entra pela chaminé no dia de Natal para deixar presentes para as crianças boas.
O Nome "Santa Claus" vem da evolução paulatina do nome de São Nicolau:

 St. Nicklauss, St. Nick, St. Klauss, Santa Claus, Santa Clos.


Não obstante, o exemplo de São Nicolau nos ensina a ser generosos, a dar aos que não têm e a fazê-lo com discrição, com um profundo amor ao próximo. Nos ensina além disso, a estar atentos às necessidades dos demais, a sair de nosso egoísmo, a ser generosos não só com nossas coisas mas também com nossa pessoa e nosso tempo.


Por isso, o Natal é um tempo propício para imitar São Nicolau em suas virtudes.


O atual Papai Noel, de roupa vermelha e saco às costas, nasce nos Estados Unidos na metade do século XIX, como um São Nicolau transmudado em gnomo ou duende e, logo em seguida foi transformado em um simpático velhinho. Ele é introduzido na Europa depois da Primeira Guerra Mundial e se impõe pouco a pouco pela pressão comercial e daqueles que querem festejar o Natal sem referências religiosas.






Eu fico pensando aqui comigo mesmo: São Nicolau deve estar muito triste lá no céu por ver a imagem dele desfigurada e utilizada para se vender produtos e, além disso, estar substituindo a imagem daquele que é o verdadeiro sentido do Natal: Nosso Senhor Jesus Cristo.


Nesse Natal, não esqueça de convidar o Dono da Festa para sua casa.


Deus te guarde!
PAX!