27 de jul de 2012

Jesus é um mito inspirado nas lendas de outros deuses pagãos?




A imagem que anda rolando nas mídias sociais e alegrando a vida dos ateus ignorantes e iludidos é esta aqui:


Esta imagem não surgiu do nada. O seu conteúdo foi retirado do filme Zeitgeist, que aqui no Brasil não fez muito barulho, mas teve grande alcance e impacto na Europa e nos EUA. Assim como um novo “O Código Da Vinci”, o documentário, lançado em 2007, pretende desacreditar completamente o cristianismo, “provando”, por meio do depoimento de “estudiosos sérios”, que tudo não passou de mito tolo e pouco criativo.
Para isso, o filme busca mostrar a suposta semelhança entre a história da vida de Jesus e as lendas de deuses pagãos bem mais antigos. Os tais sabichões que aparecem no filme afirmam que os fatos da vida de Cristo são incrivelmente parecidos com os dos mitos de Horus, Mithra, Krishna e Dionísio. Vamos nos deter no exemplo do deus egípsio Horus; segundo o documentário, ele teria:
  • nascido de uma virgem;
  • andado sobre as águas;
  • curado doentes;
  • morrido crucificado;
  • ressuscitado depois de três dias.
Gente, é muita coincidência, não? Sendo assim, chega-se à conclusão de que os “inventores do cristianismo” simplesmente pegaram essas referências, deram uma adaptada aqui e ali e … voilà! Criaram a história da carochinha perfeita para enganar uma multidão de otários até os dias de hoje. Otários = nós cristãos, ok?
O fato é que muita gente já perdeu a pouca fé que tinha por causa desta porcaria de filme, e milhares de cristãos convictos não sabem o que dizer quando seus amigos ateus lhes jogam na cara as teses ali defendidas.
Se você está na mesma situação da Bianca, seus pobremas siacabaram-se! Dê uma olhada no vídeo abaixo. Trata-se da entrevista com o Dr. Chris Forbes, professor Sênior do Departamento de História Antiga da Universidade de Macquarie em Sidney, Austrália. O cara é um historiador de verdade, especialista em história da religião. Segundo ele, as informações do filme estavam quase todas erradas, e que os tais “especialistas” do filme eram um monte de zé-ninguém que não tinham autoridade nem credibilidade alguma para afirmar aquelas coisas tolas.
E depois os ateus dizem que nós é que somos crédulos! Coitados, vêem qualquer imagem boba no Facebook, não checam as fontes e dão crédito na hora. Eita gente fanática!
O vídeo tem pouco mais de seis minutos. Vejam e deleitem-se!



As afirmações do Dr. Forbes, obviamente, foram atacadas pelos defensores do filme, que tentam a todo o custo desacreditá-lo. Então, para quem tem um tempinho a mais e deseja se aprofundar no assunto, vale a pena ver o filme que refuta as calúnias do Zeitgeist ponto a ponto. O filme é legendado em português e dura cerca de 1 hora:
  1. Parte 1 de 10
  2. Parte 2 de 10
  3. Parte 3 de 10
  4. Parte 4 de 10
  5. Parte 5 de 10
  6. Parte 6 de 10
  7. Parte 7 de 10
  8. Parte 8 de 10
  9. Parte 9 de 10
  10. Parte 10 de 10
Fonte: O Catequista