24 de mai de 2011

24 de maio: católicos do mundo inteiro rezarão pela China

Apelo do Papa

CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 23 de maio de 2011 (ZENIT.org) - Bento XVI acredita no poder da oração e por isso pediu que todos os católicos rezem amanhã, 24 de maio, pela Igreja na China, segundo explica seu porta-voz.

O Pe. Federico Lombardi SJ, diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, relançou no editorial da última edição de Octava Dies, semanário Centro Televisivo Vaticano, o apelo que o Papa fez na quarta-feira passada, a favor dos batizados da Igreja no país comunista que vive momentos particularmente difíceis.
"Deve ser um compromisso - dizia o Papa: estes fiéis têm direito à nossa oração, eles precisam da nossa oração."

O Dia Mundial de Oração pela Igreja na China foi convocado pelo Papa Bento XVI na carta que dirigiu aos católicos chineses (27 de maio de 2007), no dia dedicado à memória litúrgica da Bem-Aventurada Virgem Maria, Auxílio dos Cristãos, venerada com tanta devoção no santuário mariano de Sheshan, em Xangai.
Nessa carta, o Papa pediu orações para que a Igreja no país possa superar as feridas e as divisões que surgiram sob a pressão das autoridades comunistas, entre outras coisas, para promover a ordenação de bispos sem o reconhecimento de Roma.

O Papa acredita no poder da oração e nos convida a estar "confiantes em que, com a oração, podemos fazer algo muito real" pela Igreja, disse o Pe. Lombardi.

"Precisamente porque a situação atual da Igreja na China está marcada pelo sofrimento e por pressões contrárias à união, precisamos rezar mais intensamente", concluiu o porta-voz.

Fonte: http://www.zenit.org/article-28035?l=portuguese